sexta-feira, maio 22, 2009

Natal é quando o Josué quiser

Literalmente. Apesar de estar há semanas com indícios de parto próximo, ter, pelo menos desde sábado passado, o colo do útero extinto a 50% e 3 cm de dilatação, este rapaz continua instalado no quentinho da barriga da mamã. A médica até já fez descolamento de membranas no início da semana, e nada! A placenta continua a trabalhar muito bem e o rapaz, com tanto líquido amniótico, acha que pode cá continuar. As contracções fazem-se sentir, mas passa sempre tudo com descanso. Até às 41 semanas e uns dias, o Josué tem autorização para ficar no aconchego da barriguinha. A partir daí logo veremos. E são situações destas, que vão contra todas as expectativas e indícios, que nos lembram que, de facto, ninguém sabe o que faz despoletar o trabalho de parto.

segunda-feira, maio 18, 2009

40 semanas

40 semanitas feitas hoje e ainda aguardamos o Josué. Parece que os meus filhos gostam de me fazer a vontade e prolongar o nascimento até às datas que me são mais convenientes. A minha conjuntivite finalmente passou, ao fim de quase uma semana. A constipação (ou melhor, a congestão nasal) ainda cá anda, com certeza agravada pela gravidez. A mana ainda pinga do nariz, mas nada de grave. Agora, Josué, toca a sair! Aproveita que é início de semana e a logística familiar está mais facilitada com o infantário da mana a funcionar.

Nova lei da parentalidade

É verdade que a nova lei da parentalidade, na prática, não traz nada de novo em relação ao tempo útil em que a mãe pode ficar com o seu bebé e amamentar em exclusivo (a menos que esteja disposta a ganhar somente 25% do seu vencimento) . No entanto, ao dar um novo enquadramento jurídico às remunerações e vencimentos dos pais nos meses anteriores ao nascimento do bebé, principalmente no caso de quem desconta para outros sistemas que não a Segurança Social (já que agora é tudo igual para todos), passa a considerar-se, durante a licença de parentalidade, como subsídio (e logo isento de descontos para IRS e Caixa Geral de Aposentações) aquilo que antes era vencimento. Por outro lado, os subsídios de Natal e de férias, desde que auferidos nos seis meses anteriores ao segundo mês anterior ao parto (parece complicado, mas é isto mesmo) são considerados para o cálculo daquilo que os pais vão efectivamente receber durante as licenças.
Conclusão: quem optar pela licença de parentalidade com remuneração a 100% passa a receber um bom bocado mais que o seu salário normal; quem optar pela licença prolongada com remuneração a 80% continua a receber praticamente o mesmo que o seu salário, ou talvez até uns euritos a mais.

terça-feira, maio 12, 2009

Monitor respiratório Babysense II


Depois da boa experiência de ter passado o 1º ano de vida da Rebeca sem qualquer receio do Síndrome de Morte Súbita e que ela parasse de respirar ao dormir, por a Sis me ter emprestado o monitor de respiração dela, agora, uma vez que a sobrinha mais nova ainda o usa, resolvemos comprar um novo para o Josué. Andei a pesquisar online onde o poderia adquirir e descobri uma parafarmácia online - http://e-corypharma.com/- que, não só apresenta o preço mais baixo, como me pôs o monitor em casa no espaço de 48 horas, além de me atribuir pontos / crédito para a compra seguinte. Recomendo vivamente.

39 semanas

E ainda à espera de um rapaz que se deve ter assustado com o frio e com a constipação da mamã e da mana e com a conjuntivite (ou seja lá o que isto é...) da primeira.

quarta-feira, maio 06, 2009

Vende-se T2


Vende-se T2 com 95 m2 em Águas Santas, concelho da Maia, último andar em edifício de 3 pisos (r/c, 1º e 2º), zona residencial calma, junto a escolas de todos os ciclos de ensino, a transportes públicos e comércio. Orientação solar sul e vistas desafogadas até ao mar. Apartamento muito agradável, em excelente estado de conservação, com soalho em carvalho francês em toda a casa (excepto cozinha e casas de banho), 2 casas de banho completas (ambas com bidé e banheira), 3 roupeiros, suite, hall de entrada forrado a madeira, caixilharia dupla, gás natural, lugar de garagem muito espaçoso e arrecadação. Edifício com dois apartamentos por piso, com pátio envolvente e pequenas zonas ajardinadas.

Para mais detalhes, enviar email para rutecavaco@clix.pt.

segunda-feira, maio 04, 2009

38 semanas

hoje. Gravidez de termo há uma semana. Bebé clinicamente autorizado a nascer. Mala feita. Plano de parto redigido, aprovado pela minha obstetra e a postos no boletim de grávida. Visita feita ao novo bloco de partos do Hospital de S. João. Roupas do pimpolho arrumadas. Frequência das aulas de preparação para o parto, dadas no Hospital. Preparação particular iniciada com a J. para parto natural e técnicas específicas de alívio da dor. Colo do útero amolecido e sentença médica de que este bebé não vai chegar à véspera das 41 semanas como a mana. Rolhão mucoso que se desfaz há dois dias e indicia parto para breve. Alternativa encontrada para o caso de o papá não poder assistir.
Desta parte tudo ok. Agora só falta fazer a cama do Josué e a mana Rebeca recuperar-se das febres altas que tem tido desde Sábado. Se não for pedir muito, filho, não nasças antes de 4ª feira, pode ser?